+

Folder
digital

Notícia

 

13/08/2019
Cabo submarino que ligará Fortaleza à Europa custará R$ 672 milhões

O cabo submarino Ellalink, que liga Fortaleza à Europa, custará aproximadamente 150 milhões de euros (R$ 672 milhões). A informação é do CEO do grupo espanhol Ellalink, Phillipe Dumont. A expectativa é que os testes tenham início no final de 2020. A operação comercial está prevista para 30 de janeiro de 2021.

O cabo submarino terá 9.300 quilômetros de extensão e 72 Tbps de capacidade em quatro pares de fibra. Vai ligar Marselha, na França, até a Capital cearense. Passará também por Lisboa e Ilha da Madeira, ambas em Portugal, e Cabo Verde. O Ellalink está sendo construído pela Alcatel Submarine Networks (ASN).

O grupo também planeja duas extensões para Fortaleza. A primeira será para São Paulo, e a segunda terá como destino final a Guiana Francesa. O “ramal” para o departamento francês ultramarino será chamado de “Guyana Link”. O valor estimado é de 25 milhões de euros (R$ 112 milhões).

“O tráfego da Guiana Francesa irá diretamente para a Europa sem paradas, o que é extremamente benéfico quando comparado à rota existente de Fortaleza para Miami”, declarou.

Na semana passada, o secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior, se reuniu com o gerente da empresa EllaLink no Brasil, Rafael Lozano. O executivo mostrou os planos da empresa para o Governo do Estado.

Fonte: Focus

voltar