+

Folder
digital

Notícia

 

23/07/2019
Desafio do Brics é resolver protecionismo, diz ministra

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, afirmou que o maior desafio do do bloco formado por Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul (Brics) é resolver tendências ao protecionismo, isolacionismo e unilateralismo. De acordo com a Sociedade Nacional da Agricultura (SNA) a afirmação ocorreu durante a Reunião de Vice-Ministros de Agricultura do bloco econômico.

Na ocasião, foram discutidos temas como a promoção da ciência, tecnologia e inovação, economia digital, aumento dos contatos entre o setor produtivo e projetos desenvolvidos pelo Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NDB na sigla em inglês). Segundo a ministra, essa é uma oportunidade de mostrar as inovações produzidas pela instituição.

“O Brasil país está pronto e disposto a contribuir para garantir a segurança alimentar global, incorporando, no centro de sua estratégia, os princípios do desenvolvimento sustentável. Nós temos vários temas, o acordo com a União Europeia, que precisa prosseguir, e também discutir como isso se dará nos próximos (anos), incluindo a aprovação pelos parlamentos”, comenta ela, analisando o panorama local do País, a partir da perspectiva agrícola.

Ela também demonstrou otimismo e afirmou que “as coisas agora caminharão. Nós temos aí um ótimo clima de discussão. No agro, alguns problemas entre nós, que nos afetam e que temos que trabalhar uma nova maneira de ganhar novos mercados”. O Brasil estará à frente do grupo nos próximos seis meses e será o anfitrião da próxima reunião do Mercosul, que será realizada no fim do ano em Bento Gonçalves (RS), segundo conclui a SNA.  

Fonte: Agrolink

voltar