+

Folder
digital

Notícia

 

27/05/2019
Agência Nacional do Petróleo publica resolução que reduz limite máximo de bunker com baixo enxofre

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou na última quinta-feira, 23, a Resolução 789/2019, que reduz o limite máximo do teor de enxofre dos óleos combustíveis marítimos para as embarcações que não dispuserem de sistema de limpeza de gases de escape. A norma altera dispositivos da Resolução ANP nº 52/2010, que estabelece as especificações dos combustíveis destinados ao uso aquaviário.

A Petrobrás garantiu que está apta a produzir bunker com baixo enxofre em volume suficiente para atender a demanda do Brasil a partir de janeiro de 2020, quando entra em vigor uma lei internacional que limita em 0,5% o teor de enxofre de embarcações, informou o diretor da ANP.

A redução do teor de enxofre no bunker atende à Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navios (Marpol), da qual o Brasil é signatário.


Fonte: Estadão

voltar