+

Folder
digital

Notícia

 

24/04/2019
Portuários da Docas do Pará entrarão em greve caso não recebam o adicional de risco

Em assembleias simultâneas realizadas nos portos de Belém, Santarém e Vila do Conde, funcionários da Companhia Docas do Pará (CDP) e associados ao Sindiporto decidiram que irão entrar em greve no próximo dia 26 de abril caso a Autoridade Portuária não inclua o adicional de risco portuário a 157 trabalhadores no pagamento que será feito no dia anterior. A categoria também exige que a CDP cumpra com o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) vigente. A empresa é comandada pelo engenheiro Eduardo Henrique Pinto Bezerra, cujo nome foi ratificado pelo Conselho de Administração (Consad) no último dia 27 de fevereiro.

Desde que assumiu o cargo, Bezerra tem cobrado transparência no trabalho dos funcionários da CDP e promete austeridade com os gastos da estatal e com os pagamentos aos empregados de carreira.

Insatisfeitos com a retirada do pagamento do risco portuário, os portuários ligados ao Sindiporto resolveram programar uma manifestação em frente ao edifício sede da administração da Companhia a partir das 7h da próxima quinta-feira, 25 de abril , e caso o adicional não conste no depósito tradicionalmente feito no mesmo dia 25, entrarão em greve no dia seguinte, sem prazo para a suspensão da

Fonte: Portogente

voltar