+

Folder
digital

Notícia

 

17/12/2020
Exportações dos Cafés do BR batem recorde histórico mensal

As exportações dos Cafés do Brasil, considerando a soma de café arábica, conilon e solúvel torrado & moído, em novembro de 2020 registraram, pelo terceiro mês consecutivo, novo recorde histórico mensal, ao atingirem 4,3 milhões de sacas de 60kg, volume 32,2% maior do que em novembro de 2019.

O café solúvel foi responsável por 7,2% das exportações com o volume equivalente a 313,4 mil sacas. O café conilon teve uma participação de 7,7%, com a exportação de 334 mil sacas, enquanto o café arábica se destacou com 85,1% do total embarcado ao atingir 3,7 milhões de sacas. Vale destacar o aumento de 33,9% na exportação do café arábica se comparada a novembro de 2019, bem como o significativo crescimento de 63,6% no volume exportado de café conilon, nos mesmos termos comparativos.

Com relação à receita cambial, o valor gerado pelas exportações dos Cafés do Brasil no mês de novembro de 2020 foi US$ 542 milhões, um aumento de 32,3% se comparado com o valor de novembro do ano passado. Na conversão em reais, considerando a cotação média do dólar de aproximadamente R$ 5,35 no mês de novembro de 2020, a receita das exportações em moeda brasileira atingiu por volta de R$ 2,9 bilhões, a maior receita para o mês de novembro dos últimos cinco anos, um expressivo aumento de 72,5% se comparada a novembro de 2019.

Ao analisarmos os números do atual ano civil, janeiro a novembro de 2020, a receita cambial gerada com as exportações dos Cafés do Brasil foi US$ 5 bilhões, aumento de 6,7% se comparada com a receita dos onze primeiros meses de 2019.

Na conversão em reais, o valor foi equivalente a R$ 25,9 bilhões, que representa um crescimento de 40%, em relação ao mesmo período do ano passado. 

Leia esta ANÁLISE/divulgação na íntegra na página da Embrapa Café,  do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café. 

Fonte: TERRA

fake rolex replica uhren

voltar