+

Folder
digital

Notícia

 

01/12/2020
MInfra recebe da EPL estudos para arrendamento de dois terminais portuários em Maceió (AL)

O Ministério da Infraestrutura recebeu os estudos elaborados pela Empresa de Planejamento e Logística (EPL) para o arrendamento de dois terminais portuários no Porto de Maceió (AL): MAC11 e MAC12. A previsão é que o leilão de arrendamento para ambos os terminais aconteça até o fim de 2021. A estimativa é de que o arrendamento dos dois terminais gere investimentos de mais de R$ 195 milhões.

As áreas a serem arrendadas são destinadas à movimentação e armazenagem de granéis líquidos, especialmente combustíveis. O prazo do contrato de arrendamento será de 25 anos e o valor investido será aplicado em obras de pavimentação e drenagem nas áreas de acesso aos terminais, aquisição de equipamentos e outras melhorias.

O objetivo é que ao fim do contrato, os dois terminais possam movimentar, no mínimo, 506 mil toneladas de combustível por ano. O número representa aumento de mais de 300% na atividade de movimentação atual. Após a análise dos estudos pelo ministério, o projeto segue para etapa de audiência pública, que é conduzida pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

O Porto de Maceió está localizado em uma área conhecida como “Cluster de Pernambuco”. O Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP) do Ministério da Infraestrutura prevê que até de 2060 a região tenha taxas de crescimento anuais de 1,87% para movimentação de petróleo e 2,35% para etanol.

Fonte: Agência Porto

voltar