+

Folder
digital

Notícia

 

23/09/2020
SPA contrata projeto para novo acesso ao Porto de Santos

A Santos Port Authority (SPA) contratou empresa para elaboração do projeto básico das obras do novo acesso rodoviário ao Porto de Santos, que ligará a Via Anchieta à avenida perimetral e faz parte do conjunto da nova entrada da cidade de Santos. O contrato com a Empresa Brasileira de Engenharia de Infraestrutura (Ebei) foi publicado nesta segunda-feira (21) no Diário Oficial da União (DOU). Como parte do terreno estava fora da antiga área do Porto Organizado, a aprovação da nova poligonal, em 30 de junho último, permitiu a conclusão do processo.

“A licitação foi aberta há aproximadamente dois anos, mas a assinatura do contrato só foi possível com a inclusão na área do Porto Organizado do terreno por onde passará o novo viaduto. Isso demonstra o acerto da administração da SPA no planejamento e modernização do Porto, em alinhamento à política portuária do Ministério da Infraestrutura, que foi fundamental no encaminhamento da questão”, afirma Bruno Stupello, diretor de Desenvolvimento de Negócios e Regulação e que acumula, interinamente, a diretoria de Infraestrutura da SPA.

Com valor de aproximadamente R$ 3,5 milhões, o serviço tem prazo contratual de 18 meses para sua finalização. O projeto prevê um viaduto de entrada no Porto, sobre a via Anchieta, e outros viadutos para transposição de vias ferroviárias. O sistema viário será composto ainda de rotatórias, canteiro central e demais dispositivos de acesso necessários às vias de conexão. Todas as intervenções previstas deverão conter os respectivos projetos de urbanismo, geométrico, geotecnia, drenagem, pavimentação, energia, iluminação, telefonia, lógica e monitoramento, sinalização viária e semafórica, obras de arte especiais, desvio de tráfego e remanejamento das interferências.

A segunda entrada do Porto, além de trazer mais segurança, dará mais agilidade no acesso rodoviário aos terminais do complexo, ao segregar o tráfego de caminhões do trânsito urbano e eliminar cruzamentos rodoferroviários, melhorando, assim, a relação Porto-Cidade.

Fonte: Portos e Navios

voltar