+

Folder
digital

Notícia

 

28/07/2020
ZPE Ceará amplia instalações para movimentação de cargas

A diretora de operações da Zona de Processamento de Exportação do Ceará, Andréa Freitas, recebeu representantes da Receita Federal para uma visita ao novo gate de operações da ZPE-Ceará.

Estravam na comitiva o presidente da Comissão de Alfandegamento da 3ª Região da Receita Federal (Comalf 03), José Jesus Ferreira, além de membros da Inspetoria da Receita Federal do Brasil (RFB), composta pelos auditores-ficais Edson Nogueira, Inspetor Chefe da Alfândega do Pecém, e Marcelo Vidal, Chefe da Seção de Vigilância e Controle Aduaneiro (Savig).

O grupo realizou uma visita ao novo gate da ZPE Ceará construído para a movimentação das placas de aço produzidas pela Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e outros produtos, quando foi possível averiguar as condições de funcionamento. A entrada dará acesso direto à Rodovia de Placas (CE-576), que também está ligada ao gate 2 do Porto do Pecém.

“O funcionamento do novo acesso vai contribuir de forma objetiva para uma movimentação mais ágil e segura das cargas da CSP, um dos nossos principais clientes”, destaca a diretora. Andréa Freitas ressalta que a instalação da siderúrgica no Ceará mudou o cenário industrial do Estado e foi consequência da soma de esforços de vários agentes.
“Nossos resultados são reflexo de anos de trabalho e de planejamento, onde a RFB tem sido uma parceira importante desde o início dessa história”, afirma Andréa Freitas.

O novo acesso contará com a mesma tecnologia utilizada, atualmente, no gate principal da ZPE Ceará, com monitoramento por vídeo, tecnologia OCR e sistemas da ZPE, Porto e Receita Federal integrados, permitindo um maior controle da entrada e saída de veículos.

Para Edson Nogueira, esta é mais uma importante etapa da história que está sendo construída pela ZPE Ceará, parte do Complexo do Pecém, em conjunto com a RFB, tendo em vista o comércio internacional e o desenvolvimento do Estado. “O gate de placas, quando estiver operando integralmente contribuirá tanto para a segurança quanto para a agilidade do fluxo, pois possibilitará o acesso direto à rodovia das placas. Isso o torna, portanto, um equipamento muito importante no novo cenário trazido pelas mudanças introduzidas recentemente na legislação relativa ao regime de ZPE”, diz Edson Nogueira.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

 

voltar