+

Folder
digital

Notícia

 

07/07/2020
AAPA latina quer a reabertura da indústria de cruzeiros o mais rápido possível

A coordenação para a América Latina da Associação Americana de Autoridades Portuárias (AAPA) tem incentivado os associados da indústria de cruzeiros que frequentam os portos do continente a trabalhar com as comunidades locais para implantar meios de retornar a operação.

Desde abril de abril, o coordenador Rafael Díaz-Balart está em contato com os portos para saber como estabelecer uma contingência em consequência da Covid-19, para que haja continuidade operacional de cada terminal, com a colaboração dos trabalhadores locais.

O aspecto relevante dentro desta situação de exceção é o trabalho com outros portos para analisar os efeitos que afetam a finalização abrupta da temporada de cruzeiros 2019-2020 nos terminais e o impacto sobre as localidades.

“Como delegação latinoamericana da AAPA, realizamos uma série de videoconferências com a participação de todos os continentes. Graças a estas conversas, adotamos protocolos universais que cumpram os requisitos de segurança sanitária e as regulações governamentais de cada país para reativar a indústria de cruzeiros o mais rápido possível”, diz o coordenador.

Fundada em 1912 e atuando como a voz unificada dos portos marítimos nas Américas, a AAPA representa 130 das principais autoridades portuárias no Canadá, Estados Unidos, Caribe e América Latina e mais de 200 fornecedores de soluções para a indústria.

Fonte: Portos e Navios

voltar