+

Folder
digital

Notícia

 

16/04/2020
Porto do Pecém fecha primeiro trimestre positivo, mas mantém cautela na estimativa de crescimento

Terminal cearense registrou alta acima de 10%, puxada pelos embarques de cargas. No entanto, as projeções para os próximos meses devem ser afetadas pelo cenário mundial de pandemia provocada pelo novo coronavírus

Foi de 11% o crescimento na movimentação acumulada de cargas no primeiro trimestre de 2020 (4.462.252 toneladas), em comparação com o mesmo período do ano passado (4.033.710 toneladas). O aumento foi puxado pelo aumento nos embarques de mercadorias, que tiveram aumento de 19%, de 1.173.670 toneladas em 2019 para 1.392.621 toneladas em 2020.

Os desembarques de cargas também cresceram: 7%, de 2.860.041 t em 2019 para 3.069.631 t em 2020. Em relação à natureza da carga, o granel sólido foi a carga mais relevante na composição dos índices em toneladas, participou com 2.275.544 t (51%), seguido da carga conteinerizada com 1.129.336 t (25%), carga geral solta 841.798 t (19%), e do granel líquido com 215.574 t (5%).

Somente no mês de março de 2020, o Terminal Portuário do Pecém registrou a movimentação de 1.579.030 toneladas (t). Em relação ao observado em março do ano passado (1.449.475 t), houve um crescimento de 9% no resultado, refletindo os aumentos de 10% nos desembarques (que somaram 1.141.476 t) e 7% nos embarques (que totalizaram 437.554 t).

“É importante ressaltarmos que essa movimentação do mês de março foi minimamente atingida pelo novo coronavírus. Isso porque mais de 90% de toda a programação de embarque e desembarque das cargas já havia sido concluída bem antes do surgimento dessa pandemia. De acordo com projeções e análises que estamos fazendo, com base nas informações dos nossos clientes e parceiros, possivelmente iremos sentir algum tipo de impacto a partir desse mês de abril. Justamente porquê foi no mês passado que a produção mundial de bens e mercadorias começou a ser afetada de forma mais severa, inclusive forçando a indústria a reduzir ou até mesmo suspender suas atividades, decretando férias coletivas e adotando outras ações que certamente poderão afetar diretamente a movimentação portuária dos próximos meses.rolex replica Precisamos ser cautelosos nesse momento.”

Raul Viana – Gerente de Negócios Portuários do Complexo do Pecém.

Fonte: Complexo Industrial e Portuário do Pecém

voltar